domingo, 23 de agosto de 2009

Deus no Tribunal (God on Trial - 2008)


Um dos documentários ateístas mais impactantes da atualidade. Impossível assistir e não refletir a respeito! Com 85 minutos de duração esse documentário da BBC mostra uma profunda e triste reflexão entre judeus num campo de concentração durante a 2ª Guerra Mundial. Aborda assuntos delicados (que geralmente evitamos devido ao constrangimento!) como a justiça divina, a aliança de Deus com o povo Judeus, suas incoerências morais, pondo Deus em xeque e atingindo em cheio sua suposta moralidade e justiça, ou, o que é pior, sua EXISTÊNCIA!!! Obrigatório, essa é uma iniciativa corajosa e raro em documentários mesmo nos dias de hoje! Para ver e refletir com a família na sala!


E aqui um trecho legendado no Youtube pelo meu amigo Cristiano (do Orkut) ou SamuraiZZ, como é conhecido no Youtube:


8 comentários:

Chereda disse...

Selo Blogs Viciantes

http://ateuspontocom.blogspot.com/2009/08/blogs-viciantes.html

Agulha3al disse...

To a algumm tempo sem visita seu blogger, mas acho ele sensacional.

Anônimo disse...

Atauliza o filme PONETTE

Tassio disse...

campeão, não tem como upar o dc em outro servidor?
está quase impossivel baixar pelo rapidshare hoje em dia !
abraços

Anônimo disse...

O link não esta funcionando.

Steven Spielbleargh disse...

Não vi o doc, mas acho meio apelativo usar o assunto holocausto para provar qualquer coisa que seja. Segundo o historiador judeu (sim, judeu) N. G. Finkelstein, a temática do holocausto é utilizada pelas instituições judaicas como maneira de fazer chantagens em busca de indenizações financeiras. Portanto, quem se beneficia desta história de sofrimento de muitos é o estado de Israel, que a usa como Lobby sionista para tornar-se imune à crítica internacional, já que tem papel de algoz contra não-judeus no Oriente Médio, e como meio de justificar o envio de fundos judaicos ao estado judeu. Os judeus não foram os únicos que sofreram na guerra. Todos os soldados nos campos de batalha sofreram, mas perderam a voz na bagunça da história promovida pela máquina de propaganda hollywoodiana, que apenas tem ajudado a deturpar e mostrar uma paródia dos soldados que não sejam aqueles do lado aliado.

Jesus disse...

O espiritismo tem uma resposta para o sofrimento dos judeus, e conseqüentemente, dos africanos que morrem de fome. Absurdo? Sim, é absurdo.
Veja: segundo esta religião inventada por um cara no século XIX e que cresce absurdamente no Brasil com incentivo da poderosa rede Globo e suas novelas medíocres, que a vê como uma das alternativas para se opor ao crescimento da Record (igreja universal do reino de deus), os judeus são reencarnações de pessoas muito maldosas que fizeram maldades na vida passada e estavam pagando nas mãos dos nazistas. Os africanos miseráveis, por sua vez, são as reencarnações dos nazistas que ...

Portanto, segundo os espiritóides, estas pessoas passaram por estes sofrimentos por merecimento. Tem cabimento???
Quem quiser conferir, pergunte a um espirichato o por quê do sofrimento dos africanos.

Anônimo disse...

Sou admirador dos ateus conscientes, por sua maneira de se portar na sociedade. Ateu não rouba, não mata, não profere palavras torpes, são conhecedores profundo da Bíblia e, são extremamente corretos com suas obrigações particulares. No entanto, sou acometido por uma curiosidade:Ateus buscam na Bíblia, indícios para basearem suas críticas ao povo Cristão e sua descrença na existência de Deus. Engraçado, acreditar em trechos Bíblicos que apontam falhas em condutas cristãs pode, mas acreditar no que diz Salmos 53:1a não pode? Como funciona esse uso da Bíblia?